A guerra não tem rosto de mulher
A história das guerras costuma ser contada sob o ponto de vista masculino: soldados e generais, algozes e libertadores. Trata-se, porém, de um equívoco e de uma injustiça. Se em muitos conflitos as mulheres ficaram na retaguarda, em outros estiveram na linha de frente. É esse capítulo de bravura feminina que Svetlana Aleksiévitch reconstrói neste livro absolutamente apaixonante e forte. Quase um milhão de mulheres lutaram no Exército Vermelho durante a Segunda Guerra Mundial, mas a sua história nunca foi contada. Svetlana Aleksiévitch deixa que as vozes dessas mulheres ressoem de forma angustiante e arrebatadora, em memórias que evocam frio, fome, violência sexual e a sombra onipresente da morte.

A guerra não tem rosto de mulher

R$54,90Preço
  • Autor(a)

    Aleksiévitch, Svetlana
  • Editora

    Companhia das Letras
  • Palavras-chave

    Segunda Guerra Mundial, guerra, depoimentos, soldadas, prêmio Nobel, conflito, histórias reais, União Soviética, Exército Vermelho, mulheres
  • Páginas

    392